O Gaúcho Charqueador

I'm a title. Click here to edit me

 

   Havia nessa época certa preocupação que peões e patrões fossem diferenciados, por isso nota-se, como na época anterior, que as características quanto as trajes dos dois são bastante distintas.

 

   Traje estancieiro ou charqueador: usava as botas russilhonas ou "granaderas" levantadas e as calças por dentro das botas, tendo esta um recorte triangular na braguilha; a cintura traziam uma faixa e o cinturão com enfeites de moedas ou ainda a rastra; a camisa poderia ser de algodão o de seda, desde que branca; a gravata era de seda que presa ao pescoço tipo tope, colete de seda ou algodão transpassado e gibão de veludo ou lã com botões em prata; na cabeça vinha o cahpéu de copa alta; nas costas, junto aos rins, a faca, na mão o chicote e junto as botas ficavam as esporas de prata.

Traje estancieira: seu vestido era longo, podendo ser de seda ou veludo, mas obrigatoriamente com corte a altura da cintura; o decote deixava o colo a mostra; as mangas eram bufantes até o cotovelo e justas até o pulso; sempre presente os brincos e o broche ao pescoço; seus cabelos eram presos com travessas ou flores, leque a mão; e quando ao ar livre usavam chapéus com laços de fitas e penas de avestruzes; quando em celebrações religiosas usavam uma mantilha sobre o coque que poderia ficar sobre os ombros ao ar livre.

 

   Traje peão: botas fortes ou de garrão; ceroulas de franjas, chiripá ou chiripá fralda; faixa na cintura e cinturão com bolsos; usava camisa branca, colete de algodão ou seda, além do jibão e lenço preso ao pescoço ou a cabeça; poncho forrado de vermelho e inseparável faca; chapéu, tirador e laço; e ainda as esporas de ferro ou prata.

Traje mulher rural: usava blusa de mangas com acabamento em rendas; saia longa e rodada, complementada com um casaquinho cortado a altura da cintura e com tecido leve; travessas ou flores presas ao cabelo; no final dessa época adotou ainda a sombrinha; sua saia possui na barra um babado franzido ou de pregas; leva meias e botinas ou botinhas curtas nos pés.

 

Fonte: Pilchas do gaúcho - Véra Stedile Zattera 

© 2015 por CTG Laçando a Tradição.